Blog Widget by LinkWithin
Connect with Facebook

terça-feira, 29 de abril de 2008

Rastreio de cozinha - 44

A partir das 17:30 horas desta terça-feira, 29, uma leve garoa, vulgarmente acreditada como um dilúvio, dominou o firmamento desta cidade. Como sou muito suscetível às intempéries, e posso me desmanchar no contato com a água, recuei e evitei:

1. Ser levado pela enxurrada (a despeito da garoa).

2. Brigar com 8,5 mil pedestres entre a minha calçada e a entrada no prédio da faculdade.

3. Disputar a tapas - molhados - uma vaga no eletrizante metrô de todos os dias e ainda levar (ou entrar em) choque no contato com outros humanos.

4. Uma aula dulcíssima na qual eu aprenderia a fazer uma espécie de macarrão doce (pelo que eu vi na aula de outra turma, era mais ou menos isso).

Dadas essas circunstâncias, o céu, que na teoria deveria me proteger, me enviou um claro recado: Abandonai a preguiça porque os tempos urgem! Ainda que eu ruja dominicalmente, o lá de cima não quer nem saber: ou eu me comprometo e deixo de frescurinha porque não estava a fim de estudar ou não vai me dar mole não. Se ontem faltei pelo pecado capital da preguiça, hoje fui castigado e nem sob escolta pude sair. Até tentei. Mas, sabe quando o guarda-chuva tende a abrir do avesso, como se fosse um girassol? Tomei isso como um claro sinal de ira e me abstive de enfrentar o que poderia ser um naufrágio.

Daí que convoco (queria tanto ser Harry Potter!) uma Arca do amigo Noé. A minha se chama Arc du Triunf. Nesses tempos de personalização, não vejo porque não posso dispor de uma arca própria. Ademais, tenho ganhado alguns bichos e como não sei o que fazer com tantos, penso que a minha arc poderá muito bem acondicionar esses pobres animais que têm uma estranha tendência a comportamentos escatológicos.

Nesses tempos que correm, lesma é que não serei. Decidi que na minha arca, para suportar os 40 dias e as 40 noites sem que o tédio tome conta e tudo acabe numa grande carnificina, haverá raves. Nos 40 dias e 40 noites. Sou um homem do meu tempo. A primeira coisa que farei é quebrar - e registrar - um recorde, o da maior rave do mundo aquático.

Não, nem me venha com shows de Roberto Carlos e de Fábio Jr. Coisa mais brega! Um DJ eletrônico por dia e outro por noite. Já fiz contato com as gravadoras que, destruídas pela avalanche de downloads de arquivos MP3, aceitaram de imediato minha idéia. Qualquer novidade, para elas, é bem-vinda. Primeiro, quero deixar claro que a Arc du Triunf não é um Eugênio C. Portanto, esqueça RC e FJ!

A minha arca é muiiioooooottttttoooooo melhor do que a do Noé. Totalmente equipada com aparelhos GPS, que é para eu não depender de uma única pombinha branca com um raminho de oliveira no bico a me comunicar o fim do chuvisco. Alto lá! Não tenho nada a ver com o "sou da paz". Meu negócio é som e fúria! Ah! Ao contrário daquele outro que voou nos balões coloridos, eu sei operar o GPS.

Na arca, há provimento para 100 dias, no caso do outro errar as contas e apertar a descarga por tempo demais. E, depois, numa rave, quem se preocupa se haverá ou não o fim de alguma coisa? Terei provisões suficientes de extasiantes balinhas coloridas que é para ninguém deixar de ver aquelas formas informes que povoavam a cabeça dos marinheiros no século XVII. Só que, no meu caso, as alucinações são espontâneas: bala, logo, visões! Porque, o que fazer com o tédio?

Comida, bebida, êxtase (porque é nas provações que entramos em êxtase, vide êxtase de Santa Tereza) e muita música. Festa. Alegria, alegria ... Se der tempo, ainda contrato este maldito circ porque sempre tem quem quer o lúdico. Ai, na verdade, estará tudo liberado.

Os bichos? Coitados! Confinadíssimos em jaulas devidamente equipadas. Afinal, o princípio da arc é manter a origem das espécies. Se alguém me provocar, dou daniel de bandeja (era joão batista, mas, não sou salomé) para a cova dos leões.

Agora, devo comunicar que a arc parte em breve. Por favor, os candidatos devem me enviar os contatos (e extratos bancários) para eu começar a triagem. E nem vem com falsificaçõezinhas baratas. As baratas, eu não levarei, já que esses insetos sobreviverão, de qualquer jeito.

Gastronomia

Antes que eu passe por uma sessão de descarrego do tipo "j'accuse", sem que haja um Zola para me defender, volto à gastronomia que deveria, antes e por tudo, ser objeto-foco de posts deste tipo. Minha aula desta terça-feira, 29, é/foi/deveria ser/seria de Confeitaria. Segundo minhas anotações, o conteúdo é sobre a produção de base para sobremesas, recheio, cobertura e decoração. Bem, infelizmente, não estou lá para aprender e depois mostrar aqui.

A próxima aula de Confeitaria ocorre no dia 13 de maio (abolição da escravatura) e, até lá, pretendo estar solto dos grilhões da preguiça e dos céus que não se me protegem como deveriam. Neste dia, 13, aprenderemos a montar croquembouches. Se você não sabe o que é, uma dica: me remete à torre Eiffel, já que estou cheio de simbolismos por aqui. E vigarices também, por que não admitir?

1 Comentário:

marco* disse...

acho sim que vc anda exagerando nos seus simbolismos. mas o blog é seu e vc escreve o que quiser. o que deixa claro:leitor incomodado que se mude.é, vou começar a pensar nisso.

Autor e redes sociais | About author & social media

Autor | Author

Minha foto
Redneck, em inglês, define um homem rude (e nude), grosseiro. Às vezes, posso ser bem bronco. Mas, na maior parte do tempo, sou doce, sensível e rio de tudo, inclusive de mim mesmo. (Redneck is an English expression meaning rude, brute - and nude - man. Those who knows me know that sometimes can be very stupid. But most times, I'm sweet, sensitive and always laugh at everything, including myself.)

De onde você vem? | From where are you?

Aniversário do blog | Blogoversary

Get your own free Blogoversary button!

Faça do ócio um ofício | Leisure craft

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!

NetworkedBlogs | NetworkedBlogs

Siga-me no Twitter | Twitter me

Quem passou hoje? | Who visited today?

O mundo não é o bastante | World is not enough

Chegadas e partidas | Arrivals and departures

Por uma Second Life menos ordinária © 2008 Template by Dicas Blogger Supplied by Best Blogger Templates

TOPO