Blog Widget by LinkWithin
Connect with Facebook

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Hajj, uma tradição de 1.381 anos

Na semana passada, cerca de 3 milhões de muçulmanos fizeram a peregrinação de seis dias aos locais sagrados do Islã. Essa peregrinação faz parte do rito anual de orações, o Hajj, cujo destino é Meca, na Arábia Saudita. No século VII, o profeta Maomé proclamou o islamismo na cidade, o que a tornaria, portanto, importante até os dias atuais na história do desenvolvimento do Islã.






Anualmente, Meca recebe enorme contingente de muçulmanos para o Hajj (que significa 'peregrinação', em árabe). Hajj é um dos pilares da religião islâmica. Os demais são testemunho, reza, esmola, jejum e ramadan (também ramadã e ramadão, que é o nono mês do calendário islâmico).


A primeira caminhada em direção à Meca foi feita no ano de 628, quando o próprio Maomé conduziu 1,4 mil fiéis para a cidade. Segundo os fundamentos do Islã, Deus ordenou a Abraão e a seu filho Ismael que reerguesse os pilares da Caaba ('meteorito', em árabe, que é o colossal cubo em torno do qual os muçulmanos oram em Meca) e chamasse as pessoas para a peregrinação. Desde então, o ritual se repete com os fiéis a seguir os caminhos e reproduzir os atos de Abraão.






O Hajj (ou Hadj) deve ser feito, pelos muçulmanos, ao menos uma vez na vida e somente pode ser realizado uma vez por ano, entre o oitavo e o décimo dia do mês de Dhu al-Hijja (é o último mês do calendário islâmico). Se a peregrinação ocorrer em outra época do ano, será chamada de 'Umra'. No entanto, a Umra não substitui o Hajj.


Entre os rituais para a concretização do Hajj, o peregrino, a uma determinada distância de Meca, deve entrar no estado de 'ihram' (sacralização ou estado sagrado). Para isso, deve vestir a 'iharam' (duas peças de tecido branco e não cosidas e sandálias também não cosidas). Durante o ihram, o peregrino não pode cortar o cabelo e as unhas, não deve usar perfumes, matar animais, discutir ou lutar, manter relações sexuais e casar.








Ao entrar na Grande Mesquita de Meca, o fiel faz o 'tawaf', que são as sete voltas em torno da Caaba no sentido anti-horário (cada volta é chamada de 'shawt'). Durante essas sete voltas, o muçulmano profere orações. E as três primeiras voltas devem ocorrer em passo mais acelerado. E há mais uma série de práticas para encerrar o ritual cujo ápice é ir ao Arafat (referido como monte mas que é, de fato, uma planície a 20 Km de Meca). Esse é o ponto alto do Hajj. O fiel que cumpriu todo o ritual do Hajj pode adicionar como prenome as palavras 'El hajj' ou 'el hadj' ao nome. Por fim, alguns peregrinos aproveitam para visitar Medina, também na Arábia Saudita, onde está localizado o túmulo do profeta Maomé.







A Caaba (ou Kaaba ou Kabah) é uma construção cúbica que fica na mesquita de Al Masjid Al-Haram. Tem 15,24 metros de altura e é permanentemente coberta com uma manta escura com bordados dourados. Dentro dessa construção, está guardada a 'Hajar el Aswad' (pedra negra, em árabe), de 50 centímetros de diâmetro, considerada uma das relíquias sagradas do Islã. Supõe-se que a pedra provem dos restos de um meteorito.


Quando Maomé proclamou o islamismo, incitou, com o gesto, o repúdio aos deuses pagãos (politeísmo) e o culto a um Deus único (monoteísmo), que é Alá. Ao fazer isso, Maomé conservou a Caaba que, no paganismo, simbolizava o sistema solar e abrigava 350 ídolos (representação zodiacal).

4 Comentários:

Daniel disse...

adoro ler sobre história e sobre as culturas dos povos. O islamismo é a religião que tem mais adéptos no mundo

Redneck disse...

Oi Daniel, tudo bem? Eu também gosto muito de história. Quanto ao islamismo, há tanta controvérsia sobre essa questão, que mistura religião e política, e poucas vezes as pessoas se lembram desse fato: é a religião com o maior número de adeptos no mundo. Em questões religiosas e culturais, penso que devemos, apenas, respeitar a opção de cada um. Abraço!

pinguim disse...

Só é pena que na Arábia Saudita se executem pessoas por serem homossexuais...
Abraço.

Redneck disse...

Oi Pinguim, finalmente! De volta a esta casa. Seja bem-vindo! Me recordei de um episódio mais ou menos recente de gays egípcios que foram apedrejados pelo fato de o serem. As relações na Arábia e nos demais países muçulmanos são turvadas pela religião. É engraçado que países nos quais os homens andam de mãos dadas (o que, na nossa cultura, pode simbolizar um casal de gays) recrimine tão violentamente os homossexuais. Para ser gay, nesses países, as pessoas têm que migrar. Abraço!

Autor e redes sociais | About author & social media

Autor | Author

Minha foto
Redneck, em inglês, define um homem rude (e nude), grosseiro. Às vezes, posso ser bem bronco. Mas, na maior parte do tempo, sou doce, sensível e rio de tudo, inclusive de mim mesmo. (Redneck is an English expression meaning rude, brute - and nude - man. Those who knows me know that sometimes can be very stupid. But most times, I'm sweet, sensitive and always laugh at everything, including myself.)

De onde você vem? | From where are you?

Aniversário do blog | Blogoversary

Get your own free Blogoversary button!

Faça do ócio um ofício | Leisure craft

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!

NetworkedBlogs | NetworkedBlogs

Siga-me no Twitter | Twitter me

Quem passou hoje? | Who visited today?

O mundo não é o bastante | World is not enough

Chegadas e partidas | Arrivals and departures

Por uma Second Life menos ordinária © 2008 Template by Dicas Blogger Supplied by Best Blogger Templates

TOPO