Blog Widget by LinkWithin
Connect with Facebook

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Chico Balanceado

No sábado da semana passada (12/07), quando eu ainda estava no interior, fizemos na casa da minha irmã um jantar multicultural: comida espanhola, baiana e mineira. No domingo, estendi um pouco mais, já na casa da minha mãe, para a cozinha libanesa.


Fizemos (minha irmã foi a assistente e preparou a sobremesa sozinha, sob minha orientação, of course): Fabada Asturiana (prato espanhol), Bobó de Camarão (Bahia), Arroz com Aletria (Líbano) e Chico Balanceado/Manezinho Araújo (região Sul e Pernambuco, respectivamente).

Não me dei conta hora e nem depois. Mas, ao pensar nas escolhas do cardápio, percebi que uni minhas raízes de alguma forma na produção dos pratos: pelo lado materno, somos descendentes de espanhóis, da região da Cataluña; pelo paterno, alguma coisa que vem do lado da Síria ou do Líbano ou, ainda, do que se convenciona de chamar de "turco" aqui no Brasil; pela minha cidade de origem, fundada por mineiros. O Bobó, da Bahia, até onde eu sei, não tem significado nenhum nas minhas origens. Mas, vai saber!

De qualquer forma, achei engraçado o fato de ter juntado na cozinha três diferentes influências que, de alguma forma, me tornaram quem eu sou. E aos meus irmãos também.

Fiz os pratos para estimadas 15 pessoas. Somos, na minha família, minha mãe, cinco irmãos, três cunhados e quatro sobrinhos. Ao todo, somos 13. Não estou acostumado a cozinhar para tanta gente de uma vez e tripliquei as receitas. Foi muita comida e, segundo meu paladar, nada (a não ser a sobremesa) ficou como deveria ficar.

No entanto, o Bobó fez grande sucesso. A Fabada, em menor grau, foi consumida ao longo do jantar de sábado e pelo domingo afora. E o Arroz com Aletria se deu num compartilhamento do fogão materno (a despeito de certa má vontade da genitora que, percebi, não gosta de compartilhar o fogão). Sei que tomei de assalto o arroz que ia para a panela e o converti em um prato libanês que, admito, era muito arroz para o meu parco domínio daquele fogão que não é o meu.

De qualquer forma, a surpresa mais agradável foi a sobremesa, o Chico Balanceado, preparado inteiramente pela minha irmã e que, no dia seguinte, estava um primor. A pedidos, registro aqui a receita do Chico Balanceado, que também na faculdade fez bastante sucesso:


Chico  Balanceado

Rendimento: 8 porções

Ingredientes

Creme

- 4 gemas de ovos
- Essência de baunilha a gosto
- 1 lata de leite condensado
- 30 gramas de amido de milho
- 2 latas de leite integral

Calda

- 40 ml de água
- 200 gramas de açúcar
- Canela em pau à vontade

Merengue

- Raspas de limão à vontade
- 4 claras de ovos
- 180 gramas de açúcar

Modo de Preparo

1. Prepare a calda antes: misture o água e o açúcar. Cozinhe até o ponto de caramelo. Reserve.

2. Misture os ingredientes do creme - gemas, baunilha, leite condensado, amido de milho e leite - e leve ao fogo. Mexa sempre, até engrossar. Reserve.

3. Faça o merengue. Aqueça as claras e o açúcar a 50 ºC em banho-maria. Bata a mistura até levantar picos.

4. Forre o fundo de um refratário com a calda. Por cima, coloque o creme e espalhe uniformemente. Cubra com o merengue.

5. Leve ao forno pré-aquecido a 200 ºC até dourar. Retire do forno e deixe esfriar.

6. Decore com raspas de limão e sirva gelado.

9 Comentários:

Escrever por escrever disse...

Legal esse encontros de família. E Chico Balanceado é muito bom! Mas não sabia que era de minas.

Passa la e da uma olhada no manual de como fazer churrasco

http://reinehr.org

Rodrigo disse...

Minha vó la do sul fazia isso.
Mas na receita dela ia banana, claras de ovo e mandioca ralada na cobertura.

Redneck disse...

Oi Rafael, fazia tempo que eu não passava na sua casa. Gostei do visual. Mas, senti falta de um monte coisa. E vi que agora você tem sessão específica de gastronomia. Preciso manter contato mais frequente com você. Valeu a dica. Abraço!

Oi Rodrigo, a coisa mais legal do Brasil é que não tem nenhum prato fechado, exclusivamente assim ou assado (pode ser assado, frito, cozido). O Chico Balanceado é um desses exemplos. E ainda conheço umas outras três versões. Abraço!

Denise disse...

Que belo elogio para a "minha" sobremesa! Ainda mais vindo de você. Com certeza repetirei a dose. Um beijo.

Redneck disse...

Denise, da próxima vez, serei econômico nos elogios. Senão, a pessoa se acha, entende? Beijo!

leve&solto disse...

A versão da D. Encrenca também vai banana..
E, por incrível que pareça, no último almoço de domingo ela falou que queria fazer pra nós mas tinha perdido a receita!! Bingo Red...rs

bjs

Mara

Redneck disse...

Mara, esta versão de banana deve ser boa, hein! Que tal fazermos um intercâmbio de Chicos? E, a propósito, a D. Encrenca fez o Chico no final de semana? Beijo!

leve&solto disse...

Anotei sua receita pra ela... Já que a dela está sumida...rs

Vamos de "rastreio de cozinha" no final de semana próximo....

bj

Redneck disse...

Gostei do fato de você rastrear o "Rastreio" no final de semana. Beijo!

Autor e redes sociais | About author & social media

Autor | Author

Minha foto
Redneck, em inglês, define um homem rude (e nude), grosseiro. Às vezes, posso ser bem bronco. Mas, na maior parte do tempo, sou doce, sensível e rio de tudo, inclusive de mim mesmo. (Redneck is an English expression meaning rude, brute - and nude - man. Those who knows me know that sometimes can be very stupid. But most times, I'm sweet, sensitive and always laugh at everything, including myself.)

De onde você vem? | From where are you?

Aniversário do blog | Blogoversary

Get your own free Blogoversary button!

Faça do ócio um ofício | Leisure craft

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!

NetworkedBlogs | NetworkedBlogs

Siga-me no Twitter | Twitter me

Quem passou hoje? | Who visited today?

O mundo não é o bastante | World is not enough

Chegadas e partidas | Arrivals and departures

Por uma Second Life menos ordinária © 2008 Template by Dicas Blogger Supplied by Best Blogger Templates

TOPO