Blog Widget by LinkWithin
Connect with Facebook

terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Você é o que você come

O dito popular (né, Man in the box?) é sábio e certeiro. Li, creio que no Estadão, uma relação entre o homem e a comida. Procurei no Google, mas, não consegui recuperar a matéria.


Era mais ou menos assim: se você gosta de comidas cremosas, você tende a ser ciumento; se de frituras, é agressivo; se for um prato leve, você é sensível; se for de alimentos ácidos, é crítico (e também cítrico); e, se for de comidas pesadas, é do tipo rude.

Pena que não havia, e disso eu me lembraria claramente, uma comida relacionada a tipos que te fazem sentir uma boneca de pano: sem vida, mole, jogada ao sabor do ato assim como um cozinheiro experiente volve e revolve a panqueca e que, ao final, despenteada, desmobilizada de suas forças, pega o carro e vai embora para casa e se pergunta, 35 horas depois (porque nas 34 horas subsequentes, a pessoa, err ..., a boneca perde toda e qualquer conexão de neurônios): o que foi aquilo? (piada pessoal, me desculpe).

Não era bem isso (a matéria do Estadão), mas, o conceito (da relação homem/comida, não o da boneca que teve seu dia de maria-mole) era esse. Eu, como futuro chef de cozinha (espero que não num posto de beira de estrada, a virar hamburguer na chapa), tenho obrigação de conhecer a comida de uma forma íntima. Não só as propriedades naturais dos alimentos, como também suas implicações emocionais. Porque as há, acredite em mim.

A partir desse princípio, e sem entrar na discussão corpórea e gelatinosa entre a obesidade e a anorexia, por favor, quero deixar claro que, quando desenvolver meus próprios pratos, começarei a partir do olhar sobre o rosto do meu comensal (mais um termo da área). Você percebeu que usei o pronome possessivo "meu"? É um vício, me apoderar e deter. Tenho problemas com retenções, entende?

Pois é: quando eu for servir um prato ao MEU cliente, terei que ir ao salão, ver seu rosto, esquadrinhar seu corpo e, por meio de uma ultrassonografia complexa e interna, a que somente eu tenho acesso, determinarei o tipo de prato que esse já MUITO MEU querido comedor (meio pejorativo, mas, vá lá ...) está apto a degustar.

Porque, se você é o que você come, eu, como chef, tenho que ter uma percepção extrasensorial abrangente o suficiente para combinar cores, aromas e temperos que, ao serem digeridos, resultem num ato de consumação pleno. Talvez eu esteja a soar como pretensioso demais. Me recordei, assim, do nada, que, em "O Perfume", o protagonista se faz ser devorado por outros seres humanos que não resistem ao seu cheiro. No fundo, bem lá no fundo, vai ver estou a sugerir algo do gênero. Vai saber ...

Neste menu que unirá alimento e alimentado de forma carnal e visceral, satisfarei as mais ocultas e profanas intenções que uma pessoa possa ter no ato de comer. E isso acontecerá de uma forma tão intensa que, pelo fato de ser o que se come, você, MY, MINE, MIO, MÍ cliente, entenderá, enfim, porque "o homem é o lobo do homem". Acho que viajei na maionese, para ficar em comida.

Mas, atente para a metáfora que eu, de forma catatônica, tentei fazer: se sou o que como, ando a comer mal pra caramba!!! A ponto de querer me transmutar na comida. Se, e somente se, comida, para quem precisa?, digo que nem só de pão vive o homem. Também quero o meu circo, para ficar mais uma vez no ordinário da vida real.

7 Comentários:

Shining* disse...

bom,eu acho que sou tudo, pois como de tudo.. :D

Chefe das Iguanas disse...

Será que a alusão à boneca de pano é o que eu estou pensando?????? Não, mil vezes não, vc não seria capaz!!!!!

Patty Diphusa disse...

E se SEU cliente estiver em fase de desconstrução? O que ele comerá? Um pouco de tudo, um pouco de nada, sem sentir prazer ou alegria, como se sobrevoasse sem ter certeza de onde pode pousar? E se ainda pagasse em dólar pela cotação do euro? E se...

Sig Mundi disse...

Te descobri através do Leve@Solto! Voltarei mais vezes, e quando você estiver menos ávido por comida!rsrrs
bjs, andrea

leve&solto disse...

Red querido, adoro seus textos, suas metáforas.. que induzem até mesmo uma loira limitada como eu (rs) a refletir bastante!!

A propósito, gosto também de seus saltos de um tema pra outro em grande estilo...

E aqui vai uma perguntinha: Como vc está hoje? Leão, gatinho manso, ou um lindo e inteligente vira-lata? rs

Beijos

Mara

mahyba disse...

Futuro chef de cozinha?! Vou cortar meus pulsos agora de tanta inveja de você!
Well, quando a essa história de ser o que você come, fiquei intrigada e estou procurando feito louca essa matéria, pois acabo de perceber que eu sou LOUCA! Tenho todos os perfis, gosto de tudo, ué!
Caraca, fiquei com medo das suas criações... você mencionou "O Perfume"... ui, filminho que dá medo! Cudado, virgens! rs

Boa sorte na sua tragetória gastronômia!

bju!

Redneck disse...

shining, somos todos uns glutões.

chefe das iguanas, infelizmente, eu sou sórdido.

patty, o MEU cliente sempre pousará numa pista segura, comigo como piloto, claro. e pode pagar até em vale-transporte porque eu sou sórdido mesmo, como já disse.

andrea, minha avidez não tem fim e, sobretudo, por comidas. entende? beijo e come back.

mara, hoje (ontem) eu tava com a macaca. depois, fiquei felino, à medida em que o dia avançou. por fim, terminei leão, de fato, a devorar uma peça ensanguentada de carne. gatinho manso nunca sou, a não ser para obter o que quero. e vira-lata, ah!, faz parte da composição sim. beijo.

mahyba, não temais porque os chefs e assassinos são a mesma pessoa. só não comente para todos. é um segredinho. beijo.

Autor e redes sociais | About author & social media

Autor | Author

Minha foto
Redneck, em inglês, define um homem rude (e nude), grosseiro. Às vezes, posso ser bem bronco. Mas, na maior parte do tempo, sou doce, sensível e rio de tudo, inclusive de mim mesmo. (Redneck is an English expression meaning rude, brute - and nude - man. Those who knows me know that sometimes can be very stupid. But most times, I'm sweet, sensitive and always laugh at everything, including myself.)

De onde você vem? | From where are you?

Aniversário do blog | Blogoversary

Get your own free Blogoversary button!

Faça do ócio um ofício | Leisure craft

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!

NetworkedBlogs | NetworkedBlogs

Siga-me no Twitter | Twitter me

Quem passou hoje? | Who visited today?

O mundo não é o bastante | World is not enough

Chegadas e partidas | Arrivals and departures

Por uma Second Life menos ordinária © 2008 Template by Dicas Blogger Supplied by Best Blogger Templates

TOPO