Blog Widget by LinkWithin
Connect with Facebook

domingo, 13 de janeiro de 2008

Meu rugido dominical

Logo que este blog nasceu, eu fiz o post "Você está na hab ou na rehab?" (leia aqui). De lá para cá, são exatos cinco meses que a palavra não sai da boca das pessoas, seja na mídia convencional ou na rede. Numa busca no Google em inglês, há 28 milhões (!!!!) de páginas que contêm a palavra. A reabilitação parece que ganhou contorno de sobrevivência na selva insana que é este mundo. Creio que há uma apropriação indevida da palavra para designar casos de patologia, esquizofrenia e insanidade. Habilitação: sf (habilitar+ção) 1 Ato ou efeito de habilitar ou de habilitar-se. 2 Aptidão, capacidade, disposição. 3 Dir Modo pelo qual alguém prova em juízo a sua capacidade ou qualidade legal para determinado fim, ou o seu direito a certa coisa. 4 Ato ou sentença que julga alguém legítimo herdeiro. 5 Documento ou título que habilita alguém para alguma coisa. sf pl Documentos ou títulos necessários para se requerer ou provar alguma coisa. Essa é a definição conforme o dicionário Michaelis. Se habilitação significa capacidade, reabilitação significa readequar-se à capacidade, ao juízo. Não sou nada antiquado, ao contrário. Mas, alguém pode me dar conta se algumas das divas que fizeram rehab o ano passado conseguiram mostrar-se capazes de provar alguma coisa a não ser um copo de wisk ou uma carreira de pó? Duvido! Veja os exemplos recentes da maravilhosa Amy Winhouse (em momento diva no vídeo do post abaixo) ou da tresloucada e infantil Britney Spears. Se elas estão na rehab, eu afirmo, convicto, que estou na rehab desde sempre: rehab para aprender a confiar nas pessoas; rehab para conhecer pessoas; rehab para não beber feito um louco; rehab para não matar o próximo quando o próximo está longe ou quando está tão próximo que queima; rehab para provar inocência; rehab para levar um tapa e dar a outra face e ficar com ambas as faces roxas; rehab para dormir e acordar como se nada tivesse acontecido entre o caos e o nascer de um sol insistente; rehab para caminhar com as próprias pernas quando o colo é essencial; rehab para retribuir o gesto amigo quando a vontade é esmurrar a sombra; rehab para calar quando o grito chega na garganta; rehab para secar os olhos quando insistem em fazer água; rehab para não naufragar; rehab para rehabs que não se concretizam. É tanta reabilitação que não dá para discriminar por aqui. Eu precisaria ficar internado um terço da minha vida para rehabear o que acho que não foi legal. Agora, essas meninas/ídolos/cantoras/divas/fantoches acreditam mesmo que precisam de rehab por causa de alguns litros de bebida e alguns quilos de cocaína? Me poupem! Vão viver suas vidas, criar seus filhos, usufruir das vozes lindas que ganharam de graça. Eu sou ordinário como a maior parte da população deste planeta: não tenho os passos gazélicos da Gisele Bundchen; não tenho a voz ferrariana da Amy; não sou lindo feito o Aaron Eckhart [procure no Google Image se você está curioso(a)]; não danço feito um Sandro Borelli; não toco piano como o Eldar Djangirov. Enfim, sou comum. Ganho mal, vivo no especial, não sou especial, durmo e acordo independentemente de chover ou fazer sol. Sou como 97% da população (os outros 3% que se danem!). Então, essas meninas loucas que vão lamber sabão! Enquanto a gente se esfola para ganhar algum, elas ficam na reabilitação????? Pois, se eu fosse um tipo de juíz do Olimpo grego, eu determinaria: "Vocês não tem habilitação para viver neste mundo!" E as recolheria para um obscuro mar de insanidades, feito um círculo de Dante. Você acha que sou radical? Creio que não! Porque a poucos é dado o dom. Se não sabem aproveitá-los, os deuses devem mesmo estar loucos de não reabilitar esses presentes para outros humanos. Rehab nos deuses porque eles também estão vencidos!

4 Comentários:

lilaliss disse...

o meu caro, feliz 2008 proce tomem,
ando por aqui sim, inclusive, fiz um reply tos memes (2) que em dez para o quintessencia, thx. o fato é que ando sem tempo, com estas festas de fim de ano e fiquei de cama na virada e so estes ultimos dias é q parece q esta tudo voltando a rotina. nao fique triste nao. ok?
a proposito, te convido a ver meu blog my selection, depois me diga o que achou ok?
abraços inte

Patty Diphusa disse...

Comentário liberado, oba. Vou aproveitar e escrever um monte de sacanagens já que não tem mais moderador. Brincadeira, claro. Haja rehab, amigo. Estou fazendo minha lista. Vc esqueceu da rehab para dar mais tempo para os que sobraram na lista?
Seu rugido já saiu tão cedo assim antes? Está ótimo como sempre.
Bjs..

leve&solto disse...

Curiosidade: a tatuagem é sua???

bye

Mara

Shining* disse...

gostei do blog, parabéns! :)

Autor e redes sociais | About author & social media

Autor | Author

Minha foto
Redneck, em inglês, define um homem rude (e nude), grosseiro. Às vezes, posso ser bem bronco. Mas, na maior parte do tempo, sou doce, sensível e rio de tudo, inclusive de mim mesmo. (Redneck is an English expression meaning rude, brute - and nude - man. Those who knows me know that sometimes can be very stupid. But most times, I'm sweet, sensitive and always laugh at everything, including myself.)

De onde você vem? | From where are you?

Aniversário do blog | Blogoversary

Get your own free Blogoversary button!

Faça do ócio um ofício | Leisure craft

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!

NetworkedBlogs | NetworkedBlogs

Siga-me no Twitter | Twitter me

Quem passou hoje? | Who visited today?

O mundo não é o bastante | World is not enough

Chegadas e partidas | Arrivals and departures

Por uma Second Life menos ordinária © 2008 Template by Dicas Blogger Supplied by Best Blogger Templates

TOPO