Blog Widget by LinkWithin
Connect with Facebook

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Declaração de amor a São Paulo!

Angélica fostes para mim quando aqui cheguei, exatamente no dia 15 de agosto de 1986. Foi meu primeiro contato com seu solo, entre 18 e 19 horas, feérica como os neons que anunciavam a floricultura que ainda lá está. Mais tarde, seria Consolação, para pequenos e grandes momentos. Nunca, contudo, chegou a ser Paraíso, visto que este não é terreno e nem sei se o há celestial. Em algumas ocasiões, foi Inconfidência, Liberdade, Paz, dos Aflitos, do Sossego e da Abolição de demônios. Outras, fez festas de Reis para mim. No início, fostes fria como a Finlândia, distante como a China e desconhecida como os Açores. Tive relances de Europa, mas, teu Olimpo não fez descer do pedestal Vênus, Afrodite ou Eros. Por vezes, fostes Árida como uma savana de África. Por outras, fostes (e és) Azul da Cor do Mar. Me inebria sempre, posto que Baco está solto, sobretudo na Noite Cheia de Estrelas ou na Aurora que beira o Dia Branco. É uma Eva que corrompe, que dá Macieiras, de tão generosa. É a cobra Coral simultânea que envenena. Ora tem um Coração Entristecido, por outra, um Coração Maternal, às vezes, um Coração Noturno e, quase sempre, um Coração Selvagem. É Copenhague, Berlim, Paris, Roma, Tóquio, Jamaica, Turquia. É Franca e Universal. Pode ser um Porto Seguro para os Aflitos. Em noites de Babilônia, pode-se perder nas tuas Cavas. Como um Cavaleiro da Lua, um São Jorge destemido, lutei pela tua Conquista. Nunca fostes Sentimental Demais. Sempre uma Dama da Noite. Paulista, Paulistana, Nordestina. Tu és Noite e Dia. É Deusa do Asfalto. Do Trabalho e da Riqueza. És também Menina Dengosa que troça com o Caçador de Los Angeles. Eldorado, pode levar teus Apóstolos às Lágrimas sem hesitar. Mas, também pode ser a Luz da Nossa Luz. Minha paixão por você tem nome e sobrenome: é Amor, Amor Cigano, Amor Índio, Amor Perfeito. Parabéns, São Paulo. (A cidade celebra amanhã, 25, sexta-feira, 454 anos. Somos, no município, 10,9 milhões de pessoas. Somos anônimos, célebres, ricos, pobres, bonitos e feios. Somos tentativas. Podemos ser equívocos. Objetivos ou sonhadores, somos nós que fazemos São Paulo ser o que é. Imponente, ameaçadora, castradora de ilusões. Por definição, a cidade constrói mitos. Só para depois derrubar os amadores. Esta cidade não é para iniciantes. Circunda o imaginário coletivo com tentáculos e destroça almas perturbadas. Vive-se aqui à beira do precipício, quase. Mas, a vida é um risco, não? Somos acidentes, prontos para acontecer. Somos ciganos em São Paulo, seres híbridos que tateiam à margem. Nômades à procura de um oásis que nunca se revela. Desvelar São Paulo é um tratado de arqueologia. É uma cidade que não se mostra, se aprende. Aos poucos e nunca em definitivo. Esta é a minha homenagem à cidade que adotei como minha porque, como ela, sou possessivo. Não sei se tomei posse de São Paulo porque a cidade é escorregadia, lisa. Se faz de misteriosa. Tem sete véus. Não pode ser despida, despudorada que é. Contudo, continuamos. Porque São Paulo, com efeito, não pára e não nos detém. Porque a cidade somos nós. Todos os nomes próprios usados no texto acima são de travessas, ruas, avenidas, praças e alamedas da cidade. A despeito do cinza que emerge, a cidade está imersa em poesia, sim. Porque a pedra que lhe dá forma foi lapidada por humanos. E São Paulo é humanidade, é cidade, é urbe e úbere que amamenta todos os seus filhos naturais, adotivos e pródigos).

8 Comentários:

leve&solto disse...

Red, corrí aqui pra ler....
Mais do que perfeito.. lindo e real!

bjs

Mara

Thierry disse...

sou de poa, passsei uma semana visitando sao paolo a turismo, gostei bastante
minah irma mora ae e adora.
creio q soa paolo merece todas homenagens mesmo


www.meusquadrinhos.blogspot.com

luandersonplayplay disse...

legal

Anônimo disse...

Gostei. Para os desatentos que a chamam de feia, horrenda, um recado: como bem disse o blogueiro, São Paulo é mãe, e mais, mãe natural, mãe adotiva, mãe do coração. É que nem coração de mãe, sempre cabe mais um, no caso, alguns milhões! E, como toda mãe, ela se doa, não espera nada em troca, sofre, calada, os maltratos, os desaforos, mas está sempre lá, para quem precisa de um refúgio, ou de um prato de comida.

Anônimo disse...

Parabéns São Paulo. Todos os caminhos deste imenso Brasil levam a ti, assim como levou o anjo blogueiro, para sorte nossa! Beleza não põe mesa, querida São Paulo, e é por isso que me sinto viva em São Paulo. Todos os cheiros, cores e tipos do mundo eu encontro em você! Há aqueles que aqui vivem e são despeitados, para esses desavisados, um recado, o Brasil sem São Paulo seria sem graça, sem cor, sem sal e sem gordura, sem tempero. Te amo! Amo você, anjo blogueiro. Uma fã. Beijocas.

Inexorável disse...

Incessante, interessante, pulsante, sempre fria, ás vezes, gélida, molhada, cinzenta, mas com um coração e um povo que é a síntese do Brasil, pois o Brasil está em São Paulo. São Paulo, teu nome é trabalho, teu sobrenome, muito! Terra de gente simples e trabalhadora, que acolhe a todos, sem perguntar a origem, simplesmente recebe e acolhe. Lindo texto, sr. blogueiro!

Crica disse...

Parabéns São Paulo!

luma disse...

Nossa! Escreveu um belo texto! Não poderia deixar de comentar. Desvendou os mistérios da cidade e mesmo assim continua apaixonado. Ama mesmo essa cidade!! Beijus

Autor e redes sociais | About author & social media

Autor | Author

Minha foto
Redneck, em inglês, define um homem rude (e nude), grosseiro. Às vezes, posso ser bem bronco. Mas, na maior parte do tempo, sou doce, sensível e rio de tudo, inclusive de mim mesmo. (Redneck is an English expression meaning rude, brute - and nude - man. Those who knows me know that sometimes can be very stupid. But most times, I'm sweet, sensitive and always laugh at everything, including myself.)

De onde você vem? | From where are you?

Aniversário do blog | Blogoversary

Get your own free Blogoversary button!

Faça do ócio um ofício | Leisure craft

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!

NetworkedBlogs | NetworkedBlogs

Siga-me no Twitter | Twitter me

Quem passou hoje? | Who visited today?

O mundo não é o bastante | World is not enough

Chegadas e partidas | Arrivals and departures

Por uma Second Life menos ordinária © 2008 Template by Dicas Blogger Supplied by Best Blogger Templates

TOPO