Blog Widget by LinkWithin
Connect with Facebook

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

A dama e o vagabundo

Os vira-latas são mais inteligentes do que os cachorros de raça com pedigree. Pelo menos é o que indica um estudo realizado na Universidade de Aberdeen e de Napier, da Escócia. A pesquisa aplicou sete testes, inclusive de QI, em 80 cachorros. Os animais foram avaliados pelo desempenho nos testes, cujas notas chegavam até os 30 pontos. A média entre os vira-latas foi de 20 pontos, ante 18 dos cães de raça. Eu tenho tentado, até me esforçado, em ser menos ordinário. Bem, é o que diz o nome deste blog, não é? Daí que vem um bando de cientistas malucos, fazem um teste canino e provam que os vira-latas são mais espertos. Meu mundo não ruiu, exatamente, porque, apesar de eu ser um cachorro, em alguns sentidos (faro, abano de rabinho, resposta rápida a assovios, audição de sons imperceptíveis ao humano - ou, afinal, são vozes que eu ouço? -, salivação excessiva quando o dono (!!!) está por perto e apego ao osso), em outros sentidos, estou mais para o Cérbero, que, na mitologia grega, é o cão que guarda a porta do inferno com a missão exclusiva de não deixar que ninguém de lá saia (a entrada, claro, é franqueada a todos). Passa-se que, além de guardião do inferno, Cérbero era, na antiguidade, um cão que comia gente. A palavra grega kérberos (cérbero) é sinônimo de outra palavra grega, kroboros (comedor de carne). Como eu acredito que os gregos tudo sabiam, fico com eles. E essa definição tem muito a ver comigo (com você não??? sorry!). Estou aqui a emulsionar azeite e água (em gastronomia, emulsão é o processo que junta dois líquidos, temporária ou permanentemente, os quais não se misturam naturalmente) para reavaliar minha postura de cachorro: se quero ser um pastor alemão ou almejo ser apenas o cão de rua. Em outras palavras, pelas quais espero não ser mal interpretado, serei eu a Dama (cocker spaniel) ou o Vagabundo (vira-lata)? Decorre que a minha porção Cérbero é definitiva, portanto, raçudo ou não, ficarei com a ancestralidade do bad dog, a qual consiste em devorar (soa melhor e mais sanguinário do que comer) pessoas. Me sobra optar pela pelagem nobre da dama cocker ou ser um cão sem dono, perdido do caminhão de mudança, sarnento e pulguento, que vira qualquer lata na rua e sobrevive a duras penas, com o focinho sempre a farejar o próximo ataque. Soa cruel e é para ser mesmo. Como não dá para miscigenar nobreza com a plebe porque não há processo gastronômico que as una, tenho que optar. Creio que serei vagabundo. Assim, meio blasé. Tipo desconstruído. Meio jogado. Que passa batido pelas batidas. Que apanha, emite uns ganidos e já se mete a devastar a próxima lata. Porque, para ser dama, caro(a) bleader, é preciso ter quilate. E cão que o tem, não morde (foi mais que irresistível o apelo ao trocadilho e me ocorreu agora, neste momento em que o escrevo, e não vou deixar passar, não, ainda que fraco!). Sob pena de não responder ao chamado do blog, que clama por uma vida menos ordinária, terei que, ao menos por enquanto, fazer ouvidos moucos. E seguir o rastreio que somente a um vira-lata faz sentido. Au!

5 Comentários:

Shining* disse...

essa é imagem é um espanto.
ainda bem que o meu cão não é de raça! :D

Regina Malfatti, Paula Soares disse...

Se tem algo que me deixa comovida
E sim acredite sou uma pessima guria estremamente má ohohoo hehe
pessima com os sentimentos ... mais concluindo se tem algo que me comove mais e cachorro acho muito lindo e minha paixãozite.

Concerteza Cachorros viralatas são sim mais espertos motivos : muitas vezes abandonados tem q se virar sozinhos nas ruas,sim acredito q ate em animais a guerra da sobrevivencia se tira aprendizagem uma boa esplicação para esse dados e numeros no meu ponto de vista .

CAchorro + fucinho = beijinho hehehe ...

Beijos .

Vinícius R² disse...

Quem diria que os mais menosprezados do mundo canino fossem ser também os mais inteligentes. Talvez seja mais uma comprovação da teoria de Darwing, e as ruas tenham sido responsáveis pela seleção natural desta raça específica.

Quanto ao eterno dilema de estar entre a "Dama" e o "Vagabundo", entre a sofisticação e a simplicidade; entre o tudo ter e o tudo pensar, preferiria ser "Vagabundo". Mas o ser "Dama" é uma opção tentadora.

Exclente texto, viu? E gostei também do contraste entre as cores. Apenas sugiro a divisão em parágrafos, que evita que nos perdamos durante o texto.

Parabéns.

Geovani disse...

Desculpa a demora!

O PC travou!

Eu concordo com a pesquisa, meu vira lata é mais esperto do que o Cocker do meu irmão \o

www.umacerverjaemilharesdeideias.blogspot.com

man in the box disse...

mais um dito da cultura popular comprovado cientificamente / em tempo, mto bom o post do rei lear / mesmo este ñ sendo meu shakespeare preferido

Autor e redes sociais | About author & social media

Autor | Author

Minha foto
Redneck, em inglês, define um homem rude (e nude), grosseiro. Às vezes, posso ser bem bronco. Mas, na maior parte do tempo, sou doce, sensível e rio de tudo, inclusive de mim mesmo. (Redneck is an English expression meaning rude, brute - and nude - man. Those who knows me know that sometimes can be very stupid. But most times, I'm sweet, sensitive and always laugh at everything, including myself.)

De onde você vem? | From where are you?

Aniversário do blog | Blogoversary

Get your own free Blogoversary button!

Faça do ócio um ofício | Leisure craft

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!

NetworkedBlogs | NetworkedBlogs

Siga-me no Twitter | Twitter me

Quem passou hoje? | Who visited today?

O mundo não é o bastante | World is not enough

Chegadas e partidas | Arrivals and departures

Por uma Second Life menos ordinária © 2008 Template by Dicas Blogger Supplied by Best Blogger Templates

TOPO