Blog Widget by LinkWithin
Connect with Facebook

terça-feira, 11 de agosto de 2009

88 síndromes que afligem a humanidade

Há uma semana, mudei completamente a forma deste blog. Está tudo novo, exceto o principal: o conteúdo. Com exceção de dois feedbacks, não sei exatamente o que o(a) leitor(a) achou do novo blog. Mas eu sei o que aconteceu, ao menos por enquanto: as visitas caíram pela metade. Outra coisa que não sei é se a queda de visitas tem relação com o novo template do blog.

Com tanto desconhecimento, resultou que entrei em crise de abstinência de leitores. Sou carente. Já o disse em vários posts e esse 'abandono' me causa aflição, estranheza e carência ainda maior. Não me deixe só, disse um senhor que tinha 'aquilo roxo', e que mostrou, recentemente, que também sua verve é roxa, em entrevero no digno Congresso Nacional. Enquanto um, no mesmo nobilíssimo congresso, proclama o 'Dia do Fico' eterno, outros querem fazer engolir palavras, trocam ofensas off record (com o microfone desligado) e transformam o cenário já não limpo da nada venerável Casa em sertão de cangaceiros.


(Representação do DNA ou ácido desoxirribonucleico, que é, pela genética, uma das maiores fontes de síndromes)

Mas esse não é o tema do blog. Se passa que estou com síndrome de abstinência - de leitores e de comida (um outro assunto). O que tem me deixado feito cangaceiro louco para pegar um praça (policial) para lhe dirigir meu desafeto. Fiz uma pesquisa para detalhar melhor essa história de síndrome e me defrontei com dezenas de síndromes. A de abstinência é minha velha conhecida, posto que já passei por abstinência de bebida num longo e seco inverno de mais de dois anos. A outra, sempre destacada pela mídia em geral é a Síndrome de Estocolmo, que é aquela na qual o sequestrado se torna dependente do sequestrador a ponto de, nos casos extremos, se apaixonar por ele. Já a usei aqui no blog para me referir a dependências outras que nada tem que ver com sequestros.

Ao encontrar tantas síndromes, resolvi fazer uma lista dessas estranhas enfermidades que nos atingem. São, aqui relacionadas, 88 diferentes síndromes, causadas tanto pela mente quanto pelo próprio corpo e também por fatores externos. Não é de se estranhar que haja tanta dor e sofrimento no mundo:

- Síndrome de Aarskog: é uma doença genética rara, com apenas 100 casos relatados em todo o mundo, cujos efeitos caracterizam-se por baixa estatura, anomalias faciais, genitais e musculoesqueléticas. Está ligada ao cromossomo X e é de caráter recessivo. Afeta sobretudo os homens.

- Síndrome de Aase: doença que caracteriza-se por provocar anemia e deformidades esqueléticas. A origem é desconhecida.

- Síndrome de Aicardi: doença genética e congênita caracterizada pela ausência parcial ou total do corpus callosum (estrutura que liga os dois hemisférios do cérebro). Afeta apenas as mulheres e é resultado de uma anomalia do cromossomo X. Causa espasmos (epilepsia severa), retardamento mental e lesões na retina.

- Síndrome de Alport: doença que provoca a perda progressiva da função renal e auditiva.

- Síndrome de Alström: enfermidade rara, causa cegueira progressiva, diabetes, obesidade e surdez.

- Síndrome de Ansiedade-Esquiva: padrão de alteração de comportamento em crianças que inclui características como timidez, medo, depressão e forma de relacionamento esquivo com as demais pessoas.

- Síndrome de Apert: doença genética rara (1 pessoa em 160 mil a tem) que caracteriza-se por anomalia craniofacial.

- Síndrome de Asperger: síndrome do espectro autista e diferencia-se do autismo por não registrar atraso ou retardo mental no desenvolvimento cognitivo ou na linguagem da pessoa. Mais comum no sexo masculino.

- Síndrome de Bartter: apenas 121 casos relatados em todo o mundo, ataca os rins. De origem congênita.

- Síndrome de Bassen-Korzweig: transtorno hereditário do metabolismo lipídico.

- Síndrome de Beckwith-Wiedemann: caracteriza-se por sintomas como língua grande, órgãos grandes, corpo grande, hérnia do umbigo e baixa taxa de açúcar no sangue. Causa desconhecida.

- Síndrome de Benjamin: é a transexualidade, considerada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como transtorno de identidade de gênero. Homens e mulheres apresentam desconforto com a impropriedade do sexo anatômico e desejam fazer uma transição do sexo de nascimento para o sexo oposto com ajuda médica. Essa questão é bastante polêmica porque atribui a um comportamento o rótulo de síndrome.

- Síndrome de Bloom: alterações na pele, hipersensibilidade à luz do sol, atraso no crescimento e predisposição ao câncer.

- Síndrome de Brugada: arritmia hereditária que predispõe a pessoa a arritmias ventriculares que podem ser fatais. Ocorre mais em homens adultos. Pode provocar morte súbita, principalmente durante repouso ou sono.

- Síndrome de Burnout: distúrbio psíquico de caráter depressivo, precedido de esgotamento físico e mental intenso. Uma das principais características é a dedicação exagerada à atividade profissional (cuidado workaholics!). Outro sintoma é o desejo de ser sempre o(a) melhor e demonstrar alto grau de desempenho. O portador dessa síndrome mede a autoestima pela capacidade de realização e sucesso profissional, o que se transforma, por fim, em obstinação e compulsão.

- Síndrome de Caplan: é a inflamacão e cicatrização dos pulmões em pessoas com artrite reumatóide que foram expostas ao pó de minas de carvão, silício ou asbesto.

- Síndrome de Crest: doença autoimune sistêmica pela qual a pessoa desenvolve disfunção do tecido conjuntivo e caracteriza-se pelo espessamento e fibrose cutânea.

- Síndrome de Chediak-Higashi: afeta as células do sistema imune e as leva a uma incapacidade de lutar contra vírus e bactérias.

- Síndrome de Couvade: homens que, durante a gravidez da esposa, têm sintomas semelhantes aos das mulheres e podem engordar, ter enjôos, desejos e crises de choro.

- Síndrome de Down: uma das mais conhecidas, é causada por um distúrbio genético por conta da existência de um cromossomo 21 extra, total ou parcialmente. Associa-se a dificuldades de habilidade cognitiva e desenvolvimento físico, bem como aparência facial. Afeta 1 em cada 800/1.000 nascimentos.

- Síndrome de Dress: caracteriza-se por alterações hematológicas, febre, adenopatias e exantemas.

- Síndrome de Dubin-Johnson: doença que causa aumento de bilirrubina sem elevação das enzimas do fígado. A pessoa tem icterícia de baixo grau a vida toda e pode agravar isso com o consumo de álcool, por gravidez e infecção.

- Síndrome de Edwards: caracteriza-se por atraso mental, de crescimento e má-formação do coração.

- Síndrome de Ehlers-Danlos: apresenta sinais clínicos como a eversão (reviramento para fora) das pálpebras superiores, a possibilidade de tocar o nariz com a língua, de dobrar o punho e polegar até o antebraço e outros.

- Síndrome de Ellis-van Creveld: anomalias múltiplas e nanismo.

- Síndrome de Estocolmo: tentativa da vítima de sequestro de se identificar ou conquistar o captor. O caso mais famoso é de Patty Hearst, em 1974, que, após ser sequestrada pelo Exército de Libertação Simbionesa e libertada, uniu-se aos captores e tornou-se cúmplice de assaltos a bancos. No Brasil, a referência é Patrícia Abravanel, filha de Sílvio Santos, que, nas entrevistas, lembrava dos sequestradores com afeto.

- Síndrome de Fanconi: distúrbio na reabsorção de glicose, aminoácidos, fostato, bicarbonato e potássio. Causa insuficiência renal.

- Síndrome de Felty: transtorno causado pela combinação de artrite reumatóide, esplenomegalia (aumento do volume do braço) e neutropenia (diminuição no número de netrófilos - células sanguíneas).

- Síndrome de Gilbert: icterícia intermitente por ausência de hemólise ou hepatopatia subjacente.

- Síndrome de Gilmore: os sinais são dores abdominais, na virilha, dor ao tossir e espirrar e dor na virilha ao apertar as pernas. Causada principalmente por lesões na prática de esportes como futebol e rugby.

- Síndrome de Goodpasture: rápida destruição dos rins e hemorrogia nos pulmões.

- Síndrome de Horner: causada por lesão ao sistema nervoso simpático.

- Síndrome de Hunter: causada por erro metabólico no organismo.

- Síndrome de Hurler: a pessoa não produz as enzimas necessárias para quebrar a glicose e tem problemas respiratórios, nebulosidade ocular, febre, tosse e a morte pode ocorrer aos dez anos.

- Síndrome da imuno-deficiência adquirida: AIDS ou SIDA. Nem preciso me estender sobre o assunto.

- Síndrome de Irukandji: conjunto de sintomas que acometem pessoas na região do Oceano Pacífico todo ano. A causa pode estar relacionada ao contato das pessoas com animais cubozoários (animais marinhos venenosos, semelhantes a medusas).

- Síndrome de Klinefelter: causa hipogonadismo (diminuição dos testículos) e infertilidade nos homens. É atribuída a um cromossomo X adicional (47, XXY).

- Síndrome de Klippe-Trenaunay: anormalidade que ocorre durante o desenvolvimento fetal e causa hemorrogia digestiva.

- Síndrome do Lazer: distúrbio que ataca homens e mulheres obsessivos pelo trabalho e se manifesta nos momentos de folga. Causa ansiedade, dor de cabeça, náusea e fadiga porque as pessoas estão longe de seus afazeres profissionais. Em geral, essas pessoas são perfeccionistas e inseguras, que trabalham mais de 10 horas por dia e vivem sob stress.

- Síndrome de Lesch-Nyhan: afeta apenas os homens e provoca retardo mental, comportamento agressivo, automutilação e insuficiência renal.

- Síndrome de Liddle: desordem que provoca hipertensão.

- Síndrome de Lucey-Driscol: distúrbio hereditário causado por icterícia grave. São gerados por defeitos enzimáticos e, em níveis altos, são tóxicos para o cérebro e podem levar à morte.

- Síndrome de Marfan: desordem do tecido conjuntivo que se caracteriza por membros anormalmente longos. Pode afetar também o esqueleto, pulmões, olhos, coração e vasos sanguíneos.

- Síndrome de McCune-Albright: de causa desconhecida, ataca os ossos e a pigmentação da pele e provoca desenvolvimento sexual prematuro. Caracteriza-se, nas meninas, por menstruação prematura, desenvolvimento das glândulas mamárias e de pelos pubianos. Em meninos, o desenvolvimento sexual prematuro é mais raro. Essas alterações podem provocar cegueira ou surdez.

- Síndrome de Menkes: doença cerebral progressiva que se caracteriza por cabelos retorcidos. Também deforma as artérias cerebrais.

- Síndrome de Mirizzi: causada pela obstrução do duto hepático por cálculo biliar, pode gerar icterícia obstrutiva, inflamação e necrose.

- Síndrome de Moebius: distúrbio neurológico extremamente raro que decorre do desenvolvimento anormal dos nervos cranianos e apresenta como característica a perda total ou parcial dos movimentos dos músculos da face. Há indícios de que a causa está relacionada ao uso do misoprostol (Citotec), medicamento para tratamento de úlcera gástrica que é usado ilegalmente para tentativas de aborto.

- Síndrome de Morquio: deficiência imunológica genética causada pela ausência de enzima. Os sintomas são cabeça grande, expressões faciais grosseiras, dentes amplamente espalhados, tórax em forma de sino e baixa estatura.

- Síndrome de Noonan: de origem genética, apresenta como características maxila estreita, mandíbula pequena, tórax em forma de escudo e pescoço alado.

- Síndrome de Osler-Weber-Rendu: distúrbio de vasos sanguíneos que pode levar a episódios de hemorragia massiva.

- Síndrome de Oslo: estado psicológico que se desenvolve em pessoas que enfrentam situações de grande perigo ou ameaça.

- Síndrome do Pânico: condição mental psiquiátrica que faz com que a pessoa tenha ataques de pânico esporádicos, intensos e, muitas vezes, recorrente. Os sintomas são crises súbitas e podem chegar a fobias a determinadas situações.

- Síndrome de Parinaud: problema ocular que afeta um dos olhos e está ligado a tularemia (infecção de roedores transmitida aos seres humanos por contato com o tecido desses animais ou carrapatos) e febre vinda de arranhões de gatos.

- Síndrome de Parkinson: conjunto de doenças neurodegenerativas ou não. A Doença de Parkinson e a Síndrome de Parkinson não são a mesma coisa.

- Síndrome de Patau: anomalia cromossômica que causa má formação do coração, retardo mental e palato fendido.

- Síndrome de Peutz-Jeghers: doença que se caracteriza por manchas melânicas na pele e mucosa bucal.

- Síndrome de Pierre Robin: sequência congênita de anomalias que pode decorrer como síndrome isolada ou como parte de outra doença. Pessoas com essa síndrome têm mandíbula reduzida, retração da língua e obstrução das vias aéreas superiores.

- Síndrome de Peter Pan: é a síndrome do homem que nunca cresce, ainda que não haja evidências de que essa seja uma doença psicológica real. Caracteriza-se por determinados comportamentos imaturos em aspectos comportamentais, psicológicos, sexuais ou sociais. O homem pode apresentar irresponsabilidade, rebeldia, cólera, narcisismo, dependência e negação ao envelhecimento. Na minha opinião, 90% dos homens portam essa síndrome.

- Síndrome de Potter: complexo associado à insuficiência renal e à falta de líquido amniótico que se desenvolvem antes do nascimento do bebê.

- Síndrome de Prader-Willi: distúrbio genético no qual faltam sete genes do cromossomo 15 ou não são expressados. Causa retardo mental, flacidez, dificuldade de engolir, obesidade e problemas no sistema reprodutor.

- Síndrome de Proteus: doença congênita que causa crescimento exagerado e patológico da pele com tumores subcutâneos. O caso mais famoso é o de Joseph Merrick, o Homem Elefante. Foram descritos cerca de 100 casos em todo o mundo.

- Síndrome de Ramsay Hunt: combinação de lesões cutâneas do canal auditivo com o desenvolvimento ipsilateral (ou unilateral) da face e dos nervos auditivos. Causa paralisia facial, deficiência auditiva, vertigem e outros sintomas.

- Síndrome de Raynaud: desordem que causa descoloração dos dedos das mãos e dos pés e, em alguns casos, de outras extremidades.

- Síndrome de Reifenstein: causa disfunção sexual masculina, com incapacidade de produzir esperma. Os testículos ficam retidos e não descem para o escroto, há ausência de testosterona e desenvolvimento de mamas.

- Síndrome de Reiter: doença reumática que pode tornar-se crônica. Os sintomas são inflamações de articulações, conjuntivite, oftalmológica e do sistema urinário.

- Síndrome da Resposta Inflamatória Sistêmica: reação que afeta todo o organismo e se caracteriza pela presença de, pelo menos, dois critérios clínicos como temperatura corporal (febre), frequência respiratória, frequência cardíaca e aumento ou redução de leucócitos (células brancas). As causas podem vir de infecções, traumas, queimaduras, grandes cirurgias e pancreatite.

- Síndrome de Reye: acomete o cérebro e o fígado, ocorre em crianças e está relacionada ao uso de salicilatos (grupo de medicamento que tem ácido salicílico em sua composição, como a aspirina, por exemplo) em conjunto com infecções virais.

- Síndrome de Riley-Day: transtorno hereditário que afeta a função de nervos ao longo de todo o corpo. Os sintomas são sudorese na cabeça e tronco, manchas na face e tronco e nos pés e mãos, hipertensão, taquicardia, náuseas, vômitos, irritação, insônia e deterioração dos músculos.

- Síndrome de Rett: anomalia que causa desordens de ordem neurológica, principalmente em crianças do sexo feminino. Compromete as funções motora e intelectual e provoca distúrbios de comportamento e dependência.

- Síndrome Romano-Ward: provoca episódios de síncope e pode levar à morte súbita.

- Síndrome de Mayer-Rokitansky-Kuster-Hauser: anomalia congênita do órgão reprodutor feminino e pode causar conflitos de identidade de gênero e de auto-imagem, problemas de relacionamentos afetivos e de potenciais maternidades.

- Síndrome de Savant: distúrbio psíquico pelo qual a pessoa tem grande habilidade intelectual mas tem déficit de inteligência. As pessoas têm memória extraordinária mas pouca compreensão do que é descrito. Por exemplo, uma pessoa que nunca viu um piano, de repente, executa uma peça de Bach como se fosse um virtuose.

- Síndrome de Sanfilippo: é de quatro tipos e está relacionada a enzimas. Pode causar retardo mental progressivo, hiperatividade e retardamento psicomotor.

- Síndrome de Scheie: caracteriza-se pela ausência da enzima a-L-iduronidase e pela excreção de níveis elevados de dermatan-sulfato na urina. Crianças podem apresentar rigidez articular, com mãos em garras e pés deformados e também desenvolver problemas da válvula aórtica.

- Síndrome de Sheehan: diminuição da glândula pituitária ou hipófise causada pela necrose devido à perda de sangue durante ou depois do parto. Complicação rara da gravidez.

- Síndrome de Shy-Drager: distúrbio degenerativo caracterizado por danos progressivos ao sistema nervoso autônomo (que controla as funções involuntárias).

- Síndrome de Sjogren: desordem autoimune pela qual células atacam e destroem glândulas que produzem lágrimas e saliva.

- Síndrome de Tourette: desordem neurológica que se caracteriza por tiques involuntários, reações rápidas, movimentos repentinos (espasmos) ou vocalizações que ocorrem repetidamente da mesma maneira. A maior parte dos afetados são os homens.

- Síndrome de Treacher-Collins: doença genética que apresenta deformidades crânio-faciais.

- Síndrome do Túnel de Carpo: dor, alterações da sensibilidade ou formigamentos no punho, associados a movimentos manuais inadequados ou repetitivos. A causa são as lesões por esforços repetitivos (LER).

- Síndrome de Turner: resulta da não-disjunção durante a formação do espermatozóide e ocorre em mulheres. Causa baixa estatura, órgãos sexuais pouco desenvolvidos, tórax largo, má-formação das orelhas e esterilidade.

- Síndrome de Usher: doença genética que causa surdez e cegueira.

- Síndrome de Waterhouse-Friderichsen: doença das glândulas supra-renais que se caracteriza por hemorragia maciça, hipertensão, choque e insuficiência adrenal aguda.

- Síndrome de Wernicke-Korsakoff: neuropatologia associada à carência de vitamina B1, traumas cranianos e alcoolismo agudo. Os sintomas são amnésia e desorientação espacial.

- Síndrome de Williams: as pessoas apresentam sintomas como problemas cardiovasculares, atraso mental, dificuldade na leitura, escrita e aritmética e gosto exacerbado por música. As características são baixo peso no nascimento, dificuldade de alimentação nos primeiros dias, cólicas nos primeiros meses, personalidade sociável, baixo timbre de voz e traços faciais característicos.

- Síndrome de Wolf-Parkinson-White: presença de via elétrica acessória (anormal) no coração. Os sintomas são arritmia, palpitações, tontura, falta de ar, sensação de desmaio e, raramente, parada cardíaca (morte súbita).

- Síndrome de Zollinger Ellison: lberação aumentada do hormônio gastrina que estimula a produção de ácido clorídrico no estômago. Os sintomas são dor, vômitos com sangue, anorexia e diarreia.

- Síndrome miastênica de Lambert-Eaton: doença autoimune que se caracteriza por fraqueza e fadiga dos músculos da cintura pélvica, extremidades inferiores e tronco.

O assunto me veio, de repente, quando escrevi 'crise de abstinência' no segundo parágrafo deste post. Me recordei de síndrome e, daí por diante, fui pesquisar o tema. Não imaginei que existissem tantas e tão complexas síndromes. Algumas são famosas e outras, totalmente desconhecidas, me causaram surpresa e, de fato, comoção.

Volta e meia ouve-se falar ou se lê a respeito de estranhas doenças que acometem conhecidos ou estranhos. Todo mundo conhece um caso para relatar. O que não se sabe é a quantidade de doenças - patológicas ou psicológicas - de que somos capazes de portar. Voluntária (bebida, cigarro etc.) ou não.

De forma que reduzo a minha 'crise de abstinência' da falta de leitores a uma minúscula cabeça de alfinete porque, ao escrever sobre as síndromes, percebo que, mais uma vez, há muito mais entre o céu e a terra do que sonha a minha vã filosofia.

9 Comentários:

UFMing disse...

..."O que tem me deixado feito cangaceiro louco para pegar um praça (policial) para lhe dirigir meu desafeto."...

Quem disse que rir é o melhor remédio? Sem a ninguém ofender, bote seu mal p´ra correr!:

http://www.youtube.com/watch?v=w_E7AfE_qlY

divirta-se!
(e não esqueça de actualizar sua lista...)

UFMing disse...

E mais, deixe que lhe diga meu caro, sobre doenças, congressos e quezílias,... subscrevo Severino:"eu é mais bolos" !!
:)

http://www.youtube.com/watch?v=JLFW84OQwPw&feature=related

Luízα disse...

ahhh, eu visito sempre o blog. só não costumo comentar... e o template novo, ficou bom sim, bem melhor que antes, masis organizado, e mais fácil de achar tudo ;D

pinguim disse...

Acho que um novo template não tem qualquer relação com o número de comentadores. Como dizes e bem, o conteúdo é que é importante e esse não mudou.
Pessoalmente gosto muito do "new look"; do conteúdo, sempre gostei desde que conheci o blog...
Abraço grande.

Redneck disse...

UFMing, adorei o Movimento. A despeito de eu não sofrer de pornolalia, eu, certamente, sofro de prolexia quando se trata de certos assuntos os quais sempre retomo, numa espécie de compulsão. Já adicionei o vídeo aos meus favoritos. Quanto ao vídeo de José Severino, gente!!! Parece muito os programas femininos da tarde na TV aberta do Brasil: a impressão é que tanto apresentadoras quanto entrevistados não têm a mínima ideia do que estão a falar. Adorei! UFMing, rir, definitivamente, é o melhor remédio, independentemente de qual síndrome possa afligir o ser humano. Se você quiser, posso falar de cardiologia também. Não a do corpo, e sim a d'alma. Beijo!

Redneck disse...

Luíza, prazer em tê-la constantemente por aqui. Obrigado pelo retorno sobre o blog. Você sabe como é: nunca sabemos o que a plateia pensa até que o diga. Beijo!

Redneck disse...

Pinguim, obrigado pelo retorno. Eu estou aqui a reclamar e não deveria fazê-lo porque os leitores queridos, de fato, não precisam provar nada para mim. Basta-me tê-los em comentários e carinhosos assim. Abraço!

UFMing disse...

ahahahahah! falar de cardiologia da alma?! óptimo post tenho a certeza! (ajoelhou, tem que rezar!). Mas olha, não sinta que foi abandonado, pois será provável que nos próximos dias o não leia nem comente. sabe como é, descanso para mim tem que ser "desértico" o mais possível, sobretudo dos males que me afligem, espécie de vícios aos quais sempre volto, ainda que com mais ou menos controlo. Não quero fios a não ser os da natureza, cordões umbilicais, pássaros de verdade e livres, água, caminhos de terra e rochas, a ver se me sangro. quando voltar, espio tudo e me manifesto! bj

Redneck disse...

UFMing, eu também acredito na condicionante 'ajoelhou, tem que rezar!'. Por você eu não me sinto abandonado, não. E, no mais, sou como você: em minhas retiradas estratégicas, prefiro a desconexão, a ausência de tudo, de preferência longe de todos os apetrechos tecnológicos. Minha família tem uma propriedade rural no interior do Estado de São Paulo e mal pega o sinal do telefone móvel. Portanto, é lá que gosto de ficar o dia todo, sem contato com a dita civilização. Silêncio quebrado apenas pelo som da natureza. Tenha um ótimo descanso no seu refúgio natural. Beijo!

Autor e redes sociais | About author & social media

Autor | Author

Minha foto
Redneck, em inglês, define um homem rude (e nude), grosseiro. Às vezes, posso ser bem bronco. Mas, na maior parte do tempo, sou doce, sensível e rio de tudo, inclusive de mim mesmo. (Redneck is an English expression meaning rude, brute - and nude - man. Those who knows me know that sometimes can be very stupid. But most times, I'm sweet, sensitive and always laugh at everything, including myself.)

De onde você vem? | From where are you?

Aniversário do blog | Blogoversary

Get your own free Blogoversary button!

Faça do ócio um ofício | Leisure craft

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!

NetworkedBlogs | NetworkedBlogs

Siga-me no Twitter | Twitter me

Quem passou hoje? | Who visited today?

O mundo não é o bastante | World is not enough

Chegadas e partidas | Arrivals and departures

Por uma Second Life menos ordinária © 2008 Template by Dicas Blogger Supplied by Best Blogger Templates

TOPO